5 dicas para acabar com o estresse

Sua vida anda muito estressante? Isso não surpreendente. Segundo um ranking com dez países, feito pela International Stress Management Association (Isma – Brasil), o Brasil é o segundo país com mais pessoas estressadas no mundo! Só perde para o Japão.

Também não é para menos. A rotina atribulada com várias tarefas, longas jornadas de trabalho, trânsito intenso combinados com uma alimentação desequilibrada, sono irregular, ingestão de remédios, álcool e uso de cigarro por boa parte da população gera um estresse elevado.

Se você faz parte do time que não quer mais situações estressantes, adote essas cinco atitudes abaixo.

5 dicas para acabar com o estresse

1) Meditação: Já sei. Você pode dizer que não consegue meditar e que não tem paciência, mas é justamente para pessoas agitadas que a meditação é mais indicada. Não é preciso se dedicar demais. Comece com um minuto, prestando atenção à sua respiração. Se algum pensamento vier à mente, perceba-o e volte a se ater na respiração.

Outra opção é tentar a meditação guiada, em que você segue as instruções de alguém. Eu costumo fazer as meditações do canal Yoga Mudra, mas há vários outros focados nisso e também tem aplicativos próprios para meditar.

No mais, voltar a atenção à respiração a qualquer hora do dia é uma boa! Sabe aquela hora que bate uma irritação? Respire fundo algumas vezes. Vai te fazer um bem danado! 🙂

2) Exercício físico: Uma leve caminhada por trinta minutos por dia já é capaz de liberar alguns hormônios, como a adrenalina que age quando ocorre um estresse físico, emocional ou ambos; o cortisol, conhecido por ser um potente anti-inflamatório natural; o GH, hormônio de crescimento que também produz sensação de bem-estar e a endorfina, produtora da sensação de prazer e que também ajuda na melhora da qualidade do sono. Por isso, inclua alguma atividade física no seu dia a dia! Não importa qual! Vale dança, corrida, funcional, luta, spinning… O importante é se mexer!

3) Alimentação inadequada: fast food, chocolate e refrigerante são uma delícia? Sim! Mas não são para serem consumidos em excesso e diariamente. Por isso, adote uma alimentação balanceada, com frutas, legumes, verduras, grãos… De preferência, consulte um médico para fazer exames e saber como vai a sua saúde e um nutrólogo/nutricionista para indicar o plano alimentar adequado para você.

Outra dica é beber bastante água e evitar álcool e outras drogas (inclusive remédios sem prescrição médica);

4) Organização: Muitas vezes, o estresse é causado pelo acúmulo e pela falta da divisão de tarefas. Por isso, vale analisar tudo o que você tem que fazer todos os dias, colocar prazos, demandar o que puder aos outros e assim, ter mais tempo livre para investir em outras coisas. Há pessoas que tentam abraçar o mundo e isso acaba deixando-as estressadas.

Também é indicado ter organização com horários para evitar atrasos e horários de pico, que geram estresse;

5) Identifique as causas: Além dessas prevenções citadas acima, é bom avaliar as causas do estresse, que podem ter origens emocionais. Será que você está bem nos seus relacionamentos? Se não está, o que pode fazer para melhorar? E quando descobrir, faça, o quanto antes!

Ah, o problema é no trabalho? Você pode fazer algo? Mudar de emprego resolve? Conversar com o chefe é uma solução? O que não dá é para postergar esse estresse e desenvolver doenças.

Você pode, inclusive, procurar ajuda profissional de um psicólogo ou coach para te orientar.

“Não é o estresse que nos mata. É a nossa relação a ele.”

– Hans Selye –

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s