Como o seu sono pode contribuir para a sua saúde e bem-estar

Quando você acorda, ainda sente cansaço? Os dias parecem passar arrastados e você não sente energia para fazer nada? Esses sintomas podem estar ligados a vários fatores. Entre eles, a má qualidade do seu sono. Como o conteúdo sobre isso é vasto, hoje focarei em um deles: as fases do sono.

Fases do sono

O nosso sono segue um ciclo formado por fases que começam leves e vão se tornando cada vez mais profundas, até alcançar o que chamamos de “REM”: rapid eye movement (“movimento rápido dos olhos”). Ou seja, é quando temos os sonhos mais vívidos. Nesse momento, a nossa atividade cerebral funciona como se estivéssemos acordados mesmo, vivenciando a situação.

Por ser tão profundo, o REM também é mais difícil de alcançar, pois temos que estar completamente relaxados e com boas condições ao nosso redor para que ele aconteça. Porém, ele é muito importante, pois é durante a sua passagem que ocorre a maior renovação cerebral.

O nosso corpo passa por 4 a 6 ciclos por noite, sendo que cada um deles tem 90 minutos em média e são divididos pelas fases acima. Lembrando que, os estágios 1 e 2 se repetem após passarmos pelo estágio 3.

Em relação ao ciclo, normalmente, ocorre da seguinte forma:

  1. Sono leve de fase 1;
  2. Sono leve de fase 2;
  3. Sono profundo de fase 3;
  4. Sono leve de fase 2;
  5. Sono leve de fase 1;
  6. Sono REM.

Entenda cada fase

Fase 1

É considerado o sono mais leve, quando começamos a dormir, tipo 10 minutos depois. Por isso mesmo, podemos acordar com qualquer ruído ao nosso redor. Para evitar que isso aconteça, reduza os barulhos e luzes no quarto;

Fase 2

Com a durabilidade em torno de 20min, também é um período de sono leve. É como se o corpo estivesse sonolento, mas a mente, desperta. Desta forma, também acordamos com facilidade ao menor incômodo.

Fase 3

Então, chegamos ao sono profundo. Aqui, nosso corpo e mente se desligam. É o momento de reparação do nosso corpo. Portanto, não há sonhos, apenas nos recuperamos das lesões gerais causadas durante o dia anterior.

REM

Chegamos ao REM, que dura cerca de 20 minutos, normalmente 90 minutos após adormecermos. Nessa fase o nosso corpo produz diversos hormônios e retemos informações na memória, outros motivos para tentarmos alcançá-la o máximo de noites possíveis. O ideal é que essa fase não seja interrompida.

É durante o sono REM também que acontece o sonambulismo, a parasilia do sono, o batimento cardíaco acelera…

E outra coisa interessante é que, ele aumenta ou diminui de acordo com a nossa idade. Recém-nascidos passam 90% em sono REM, enquanto um idoso, passa somente 10%.

O pulo do gato no sono


Uma estratégia para não interromper o sono REM é calcular a hora em que vamos dormir para que a gente não desperte no momento em que ele acontece. Há diversos sites que fazem esse cálculo, de acordo com a hora em que pretendemos acordar. Seguem alguns exemplos:

Runtastic

Site 112

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s